Experiências

#1 O que me contas?- Motivo da minha ausência, Faculdade, Nova Cidade

Olá!

Não sei se se aperceberam, mas nas últimas duas semanas não tive presente no blog. Foi algo com que não contava, por isso não tinha posts planeados e não publiquei nada. Não me sentia bem em começar a publicar como se nada tivesse acontecido, e senti que tinham o direito de saber o que se passou.

Caso não saibam, dia 10 deste mês foram conhecidas as colocações para o ensino superior. Entrei em Enfermagem, a minha primeira e única escolha de curso, mas não de instituição. Entrei na mais provável, mas ainda tinha um pouco de esperança de ficar perto de casa. Tal não aconteceu e como muitos estudantes do ensino superior, tive uma semana para fazer a matrícula, procurar casa (não tenho direito a residência universitária) e preparar tudo para esta nova fase da minha vida. Foi, por isso mesmo uma semana muito complicada, em que não consegui arranjar tempo para preparar coisas para o blog. O que tentava fazer, corria mal, quer fosse as fotos de produtos, perder partes dos textos… Simplesmente não consegui e apenas publiquei um post que já andava a preparar há mais tempo.

Na última semana, não vos vou mentir, tive tempo. Mas tempo não é tudo o que se precisa para nos dedicarmos completamente ao post que estamos a fazer. E faltavam os outros fatores- motivação, vontade e o esforço que é necessário. Também não achei justo fazer uns posts só mesmo por fazer, porque tenho um enorme prazer em fazer isto para vocês e acho que se fosse uma ‘obrigação’ vocês também notavam.
Domingo, dia 17, foi o dia oficial de trazer as minhas coisas todas para a minha nova cidade, onde vou passar os próximos 4 anos da minha vida, a aprender o que eu mais gosto- Viana do Castelo. Foi também o dia das despedidas da minha família, namorado e também do meu cão (teve direito a uns biscoitos eheh). Custou-me imenso, porque sou muito chegada à minha família, mas tentei ser forte. A verdade é que no dia seguinte, força já não havia nenhuma. Foi o dia em que tive o impacto de que estava sozinha, apesar de ter colegas de casa fantásticas. Mas não havia os mimos que há em casa. E esse choque durou essa semana toda- acho que não houve um dia em que não chorei. Mas sabia que tinha de recuperar, tinha muitas pessoas em casa a apoiar-me e não podia desiludi-los assim. Nem a mim. Estou num curso que exige muita força emocional, e não me posso deixar ir abaixo por isto quando sei a situação de tantas outras pessoas. Por isso, distraí-me, fui fazer de turista da cidade que será a minha casa nos próximos 4 anos, li, fiz sudoku, estudei a matéria que já tinha dado, inscrevi-me no banco local de voluntariado. E na sexta, lá voltei para a minha verdadeira casa e para os meus. E foi aí que me apercebi, que eu consigo fazer isto! Porque eu quero!

Então, vou continuar a publicar no blog e vou fazer o meu máximo para que isto não volte a acontecer. Só espero que entendem a minha situação, e que me perdoem.

Beijinhos

Anúncios

19 thoughts on “#1 O que me contas?- Motivo da minha ausência, Faculdade, Nova Cidade

  1. Também eu quando fui para universidade tive de sair de casa. Na primeira casa onde fiquei, dividia casa com mais 4 meninas, duas delas eram caloiras comigo. A fase de adaptação custou-me horrores. Ainda por cima porque ia com a ideia de que queria viver sozinha(estupidez)! Correu tudo lindamente e depois de estar 100% integrada já me sentia mesmo em casa.
    Espero que corra tudo bem e que aproveite em grande estes anos!
    https://jusajublog.blogspot.pt/

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s